Marmelete – Bensafrim (30,0Km)

Ficha Técnica

Ponto de partida: Largo Coronel Artur Moreira

Coordenadas GPS do ponto de partida: 37º18´33.76´´N 8º39´59.55´´O

Extensão: 30 km

Grau de dificuldade (Sentido recomendado): IV –Difícil

Duração (aproximada): 7 h

Altitude Mínima: 18 m

Altitude Máxima: 386 m

Subida acumulada: 442 m

Descida acumulada: 798 m

Disponibilidade de água: Sim

Mercearias locais: Sim

Época Aconselhada: Setembro a maio, embora a primavera seja a época mais aconselhada, pela sua beleza florística e pelas condições climatéricas.

Cartografia: Traçado do percurso nas Cartas Militares de Portugal nº 584, 585, 593 e 594 proveniente do Instituto Geográfico do exército, com escala de 1:25000.

 

Descrição do Itinerário

De Marmelete o percurso dirige-se, inicialmente, para noroeste, até alcançar a estrada municipal que faz a ligação desta aldeia com a vila de Aljezur. Aqui surge a opção de seguir até Aljezur tomando a ligação 5, por isso tenha atenção, já que as marcas são as mesmas.

Depois o percurso, inflete para Sul e mantém este rumo praticamente até Bensafrim. Apesar da longa distância que separa estas duas localidades (Bensafrim e Marmelete), este setor é um setor muito bonito e não fosse a sua elevada extensão, no sentido recomendado a sua dificuldade não seria muito acentuada, quando comparado com outros setores. A paisagem é bastante diversificada, com eucaliptal, densos bosques de sobreiral, espaços agrícolas bem cuidados, pequenas aldeias e, próximo do final, uma região de calcários, semelhante ao Barrocal, com densos matagais mediterrânicos, carrascais, afloramentos rochosos, etc.

Este itinerário atravessa uma zona bastante selvagem, longe da presença humana. Porém, algumas casas dispersas e pequenas aldeias serão visitadas no decorrer da viagem, nomeadamente Malhão, Pomarinho, Romeiras, Vagarosa, Vale de Lobos, Pincho, Corte do Bispo, Paraísos, entre outros. Muitas habitações rurais estão recuperadas, juntamente com as suas hortas, dando à paisagem um colorido agradável. Em Romeiras e Pincho, pode fazer uma pausa para descanso e alimentação, nos cafés aí existentes.

Este setor é ainda marcado pela presença da Barragem da Bravura, com o seu grande espelho de água, local aprazível para uma pequena pausa nesta longa caminhada. Até Bensafrim, o percurso decorre em caminhos bem marcados, inseridos numa paisagem muito rica, com montados de sobro e azinho, pequenas hortas, ribeiras e galerias ripícolas. A parte final insere-se num largo vale fluvial, sendo bastante plana e de fácil progressão. A chegada a Bensafrim marca o final da jornada e do setor 12.

 

Mapa Setor 12

 

Newsletters


Newsletter Plugin by Bulk Email Software

Apoie a Via Algarviana

Contribua para a manutenção da Via Algarviana, descarregue o Guia da Via Algarviana e deixe um DONATIVO.
IBAN:
PT50 0036 0418 99105000149 85
Associação Almargem

Co-financiadores

Desenvolvido por Creative Rill - Webdesign Solutions